domingo, 10 de agosto de 2008

Gorro Koolhaas

Pois é. Parece que agora vivo a mostrar gorrinhos... Mas é por um bom motivo. E só vou falar disso se por acaso minhas esperanças se concretizarem, e espero que seja logo. Mas se não der certo, acho que conto também, rsrsrsrs...

Seguinte: o Presidente tem uma esposa, claro. Seria de uma tremenda falta de educação presenteá-lo e deixar a primeira-dama a ver navios... Então sugeri acrescentar algo à encomenda. Ligada no meu projeto, sugeri... um gorro!
Ok. eu sei que ela é chiquérrima, dificilmente vai sair por aí com os cabelos louros metidos num gorro. A não ser que ela vá fazer uma visita à família, lá pelas regiões frias da França. Mas... e daí? Eu também não sou fã de meter meus cabelos dentro de gorrinhos, mas adoro usá-los pra dormir. Cada um usa o seu como melhor lhe convém,oras bolas!
Por isso, pra variar o modelo sem deixar de fazer par com o do marido, me lembrei do modelo do Jared, que eu vi no blog dele e me apaixonei de cara! Infelizmente não consegui terminá-lo a tempo, mas como estou postando trabalhos que fiz há algumas semanas atrás, este também já foi entregue.

Modelo: Koolhaas by Jared Flood
Fio: Algodão 100% natural, de Cottonière Cap Vert - Sénégal, cor bordô claro
Material: Agulha circular 2,5 e 3,5 e jogo de agulhas de duas pontas 3,5
* marcador de pontos by Miriam Fabiano ;)*
Modificações: A começar pela numeração das agulhas, pois a receita pede 4 e 5 mm, mas como usei o fio de algodão duplo, essas seriam inviáveis.
Também alterei o número de pontos. Montei 128 pontos, 24 a mais que o pedido na receita, o que me deu um total de 16 repetições dos 8 pontos do motivo Lattice. Ao invés de trabalhar a barra por 4 cm, fiz uma barra de 5 cm e continuei como a receita pede, mas trabalhando as 8 voltas do motivo 5 vezes, ao invés de 4 vezes, que é o recomendado para mulheres.
Como alterei o número de pontos de montagem, também o número de pontos da formação do topo foi alterado. Na 1ª volta fiquei com 112 p, na 4ª volta estava com 80 p. e na 8ª volta eu tinha 48 p. Deixei de tricotar a 9ª volta, e confesso que foi puro engano, mas repeti a 10ª volta e com isso obtive 12p. na agulha. Então, para ficar com um orifício ainda menor no topo, acrescentei mais duas voltas:
11ªvolta: * ssk, 1 mate simples* = 8p
12ª volta: *ssk* = 4p
Update:
Gente, me desculpe. Agora que peguei minha agenda pra fazer outro Koolhaas, vi que copiei aqui as minhas anotações das alterações de forma errada.
Na 11ª volta, ao invés de *ssk, 1 mate simples*, era pra ser *ssk, 1 m torcido* = 8 pontos. Se fizer mate simples, não vai dar 8p, acho que fica menos.

A historinha desse gorro é muito legal. Eu vi o gorro e amei de cara. Mas quando surgiu a idéia de fazê-lo, tropecei numa pequena dificuldade: não uso nenhum dos cartões aceitos pela Interweave Press, e eles não aceitam pagamento pelo Western Union. Ai, que raiva!

Contei isso por e-mail a uma amiga que sempre vem fazer uma visitinha aqui no blog e perguntei se ela não tinha a receita. Ela não tinha, mas fez de tudo pra tentar conseguir pra mim. Enquanto isso, me sugeriu um outro modelo lindo, que eu adorei e me prontifiquei a fazê-lo, pois é do estilo do Shedir.

Então, alguns dias depois, recebo outro e-mail dessa amiga e, como sempre faço quando vejo seu nome, abri logo. Era a receita do Koolhaas! Ela comprou e me enviou de presente.

Ai, gente! Fiquei tão tocada com esse gesto! Sabe, a gente acaba fazendo amizades através do blog. Algumas mais fortes do que outras, mas todas muito importantes. Só que geralmente a gente nem conhece o rosto da amiga que pode estar lá do outro lado do mundo ou ali na cidade vizinha. E em toda a minha vida eu só tinha recebido presente de pessoas muito próximas, que me conheciam desde garotinha. De repente, ao resolver entrar na onda da globalização, eu que nunca quis nem saber de MSN ou Orkut, ou Spaces, ou Skype, ou o diabo a quatro! e que achava que Internet só servia pra trabalhar, me vi cercada de pessoas maravilhosas, com os mesmos interesses que eu e que aceitavam ser minhas amigas mesmo sem me conhecer - eu posso ser um monstro! E não só comecei recebendo um super presente pra selar uma amizade, como também deixei a timidez de lado e resolvi presentear. A sensação é maravilhosa! E gostei tanto que continuei. E agora recebo de presente uma coisa que eu desejava muito!

Obrigada, amiga.

Vejam como ficou bonito. Tudo bem que continuo uma fotógrafa muito medíocre, principalmente no caso dessas cores vivas com as quais tenho trabalhado, mas acho que dá pra perceber alguma coisa. Na foto ele parece vermelho, mas não é. Eu queria um bordô escuro, como na foto da receita, mas o vendedor procurou até cansar e só encontrou um bordô claro. Comprei assim mesmo, e achei bem bonito. E comprei só uma meada, porque aprendi que uma só é mais que suficiente pra dois gorrinhos, mesmo usando fio duplo.

Eu achei esse modelo maravilhoso, não só pela beleza do ponto, mas também pela sua construção. O Jared teve uma idéia genial ao usar o ponto meia torcido ao invés do meia comum. Isso faz com que a treliça seja bem evidenciada, fugindo daquele horrível efeito de listras que aparecem nos meus Shedir. Não sei se as listras são um defeito devido à forte tensão do meu ponto ou se acontece com todo mundo. Fazia um tempão que eu não trabalhava com motivos trançados porque, sinceramente, acho lindo uma malha em ponto meia bem trabalhado. Mas a treliça do Koolhaas é perfeita. E o melhor de tudo é que esse modelo é facílimo de trabalhar. Rapidinho a gente decora a sequência do motivo e faz o gorrinho em dois tempos. Facilita muito as diminuições do topo serem bem simplificadas e escritas volta por volta.

Particularmente, achei esse modelo sensacional, e minha enorme admiração pelo Jared só aumentou depois de trabalhar esse modelito.
Se alguém for trabalhar esse modelo com fio fino como eu fiz, aproveite as dicas e bom trabalho!


Beijinhos

5 comentários:

Regina disse...

Ficou lindo demais seu gorro. obrigada pelas dicas também. bjss

disse...

Mas você é uma mulher chique demais!!
O gorro ficou perfeito e acredito que a dona dela terá muito prazer em passear com ele e nem pensará em dormir com ele!!
Eu adorei! eu tenho essa receita e vou aproveitar muito suas dicas. Brigadinha:))
bjinhos

Anônimo disse...

Olá Miriam,
Estou tão feliz quanto a Miriam por o seu gorro ter saído lindissimo!
Não tenho dúvidas que a primeira dama irá gostar muito dele e usá-lo com muito orgulho.
Os meus parabéns !
E muito obg.pelas suas dicas e sua amizade .
Bjss para si e para os seus meninos ,marianela

Josi disse...

Lindos seus gorros!!!

Anônimo disse...

Adorei seu blog, ri à beça com o texto Boneca de crochê .
Ótimo.
Fika com Deus.
Aline